8 de abril de 2014

Trindade - Brasil


A vila de Trindade pertence ao município de Paraty, no sul do estado do Rio de Janeiro, e é conhecida por reunir algumas das paisagens praianas mais bonitas da região! Quando se fala nas praias do sudeste brasileiro, este é um dos destinos mais requisitados.

Um passeio imperdível no local é a visita à piscina natural do Caixa d'aço. De águas cristalinas, é um dos principais pontos de Trindade. Muito bonito!
Fiquei um pouco decepcionada com o fato do local não proporcionar prática do snorkelling, pois é cheio de gente (e, consequentemente, não tem nada de peixe). Mas, mesmo assim, é um ótimo passeio: a água limpíssima já vale a visita!

Piscina natural



Trilha pela Serra da Bocaina
Para chegar, você deve ir até a Praia do Meio, e pegar duas trilhas, uma até a Praia do Caixa d'aço (primeira foto da postagem) e outra para chegar à piscina. As trilhas não são difíceis e valem a pena! O caminho passa pela Serra da Bocaina e proporciona uma visão linda das praias. Outra opção é pegar um barco desde a Praia do Meio. Mas, se puder, vá andando! 
Na volta, recomendo passar um tempinho nas praias do Caixa d'aço e do Meio. Ambas são bonitas e boas para banho e esta última possui estrutura com algumas barracas de alimentos e bebidas.

Uma das "propagandas" turísticas de Trindade é o fato da serra encontrar a praia, o que acontece visivelmente na Praia dos Ranchos - a a torna um atrativo por si só. Não sei o porquê, mas esse ponto é menos popular para banho e estava bem mais vazio que as outras praias. Porém, é ótimo para caminhar e comer alguma coisa, pois oferece boa estrutura de restaurantes. Além dessa praia, a outra opção para refeições é a vila, mas - pessoalmente - acho bem mais interessante a possibilidade de ficar frente ao mar. Considero melhor conhecer a vila durante a tarde, horário em que se mesclam barracas de artesanatos e fervilham os bares.
Uma pena ter escolhido um dia com pouco sol. Mas o passeio vale a pena, de qualquer forma!


Praia dos Ranchos
- Quantos dias ficar: Passei um dia inteiro e já bastou para conhecer muita coisa. Mas acho que vale a pena ficar pelo menos uns dois dias.

- Onde ficar: A vila é bem pequena, então quase tudo é próximo do centrinho. Mas veja sempre no mapa a real localização! A não ser que sua intenção seja ficar num local mais distante, certifique-se de não reservar uma pousada localizada na estrada (na região "metropolitana"), mas sim na vila de Trindade.


- Transporte: O local é pequeno, então o interessante é caminhar. Para chegar em alguns pontos, como a piscina natural, é possível alugar barcos - mas ainda acho que vale a pena ir andando.

Vila de Trindade
- Como chegar: Da rodoviária de Paraty, há um ônibus que pára dentro da vila de Trindade. Existe também a possibilidade de contactar agências e fazer o passeio de van. De ônibus, o trecho dura em torno de uma hora e meia.

- Moeda: Apenas cartões (em restaurantes e lojas) e real em espécie (para passeios e pequenos estabelecimentos). No comércio informal talvez seja possível negociar com dólares ou outra moeda, mas não é garantido (sempre depende do vendedor).

Piscina natural
- Locais: Conheça a piscina natural de Caixa d'aço! Além de ser linda, o trajeto passa por diversas praias famosas do local, como a Praia do Meio. Para quem pretende surfar, recomendo a Praia do Cepilho, que é a primeira praia avistada do trajeto de Paraty à vila. Além das praias, o local também é conhecido pelas trilhas e cachoeiras: uma delas é conhecida por "pedra que engole", que parece ser super legal - mas tenha em mente que, se for para passar só um dia, você deve optar entre as cachoeiras ou as praias. Dê uma passada também pelo centrinho, onde estão alguns bares e lojas.


- Cuidados: A região me pareceu segura, dá para caminhar tranquilamente na vila e nas praias.

- Culinária: Como em outras praias da região, a gastronomia típica do local inclui peixe e camarão. Em alguns restaurantes existe a opção de pratos sem frutos do mar, mas realmente acho que vale a pena provar um prato local. Com falei, recomendo almoçar na Praia dos Ranchos, que possui diversas opções de restaurantes com vista para o mar.

- Preços: Não é barato. As refeições e os itens das lojas possuem um preço bem elevado. E a grande desvantagem, para quem viaja sozinho, é que praticamente não existem pratos individuais - o que encarece ainda mais.

0 comentários:

Postar um comentário